Atividades culturais, sociais e palestras integram a 15ª REATECH

Além de 300 expositores, o maior evento sobre acessibilidade da América Latina também traz programação aberta ao público, com seminários, palestras e oficinas

Compartilhe:

Considerado o maior evento da América Latina dedicado às pessoas com deficiência (PcD), a 15ª edição da  REATECH – Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade acontece de 1 a 4 de junho, com entrada gratuita, no São Paulo Expo, em São Paulo.

São mais de 300 expositores com soluções e produtos voltados à area de reabilitação, inclusão social e acessibilidade do País. O evento é também uma oportunidade de negócios e relacionamento entre empresas do segmento, profissionais do setor e consumidores. A  estimativa de público é de 52 mil, entre profissionais da saúde e educação, além de consumidores finais.

Segundo o Censo de 2010, quase um quarto (23,9% ou 45,6 milhões) da população brasileira afirma ter algum tipo de deficiência e o crescimento deste público aumenta em torno de 15 a 20% ao ano.

Para atender as necessidades dos visitantes a REATECH, organizada pela Cipa Fiera Milano, terá manual em braille, piso podotátil, maior quantidade de banheiros adaptados e corredores mais largos, facilitando a visitação de todos que frequentarem o evento.

Eventos simultâneos

Com palestras dedicadas ao tema de reabilitação e inclusão, o REASEM | Seminário de Tecnologia de Reabilitação e Inclusão reunirá especialistas com programação gratuita e aberta ao público. Representantes de empresas que trabalham a inclusão da pessoa com deficiência integram o Seminário dos Expositores | Reashow com debates sobre temas de interesse para o desenvolvimento de todo o mercado através de ciclo de palestras e oficinas gratuitas. No TECFISIO | Seminário de Tecnologias Avançadas em Fisioterapia diversos especialistas abordaram técnicas que podem auxiliar no tratamento de doenças e lesões, visando restaurar e manter a capacidade física e funcional do paciente. Além da parte de lançamentos de produtos, palestras e congressos a Reatech 2017 traz atividades culturais e sociais como palco com shows e desfiles, equoterapia e fazendinha.

Outro ponto de destaque serão as oportunidades de trabalho, entre cadastramentos curriculares e vagas efetivas, oferecidas às pessoas com deficiência por grandes marcas dos setores de tecnologia, indústria automobilística e de alimentos, bancos e empresas especializadas em recrutamento e seleção.

Para mais informações, acesse www.reatech.tmp.br.

*Com informações da assessoria

 

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *