App que traduz Libras para áudio já está disponível

Giulia, como foi nomeado, traduz movimentos da Língua Brasileira de Sinais para mensagens de som e também faz o caminho inverso

Em um fundo verde, há um ícone que representa o símbolo de libras
Compartilhe:

O lançamento nacional do aplicativo Giulia – Mãos que Falam aconteceu nesta semana, dia 13 de junho, e teve apoio da TIM Brasil. O projeto criado pelo professor Manuel Cardoso permite a comunicação eficaz, em tempo real, entre pessoas com deficiência auditiva que usam a Língua Brasileira de Sinais e aqueles sem qualquer fluência no idioma.

O aplicativo tem base em inteligência artificial e funciona com o celular preso no antebraço do usuário por meio de uma braçadeira equipada com sensor. Ela capta os sinais biológicos dos músculos do antebraço e da mão e transmite por bluetooth. Depois, o smartphone converte esses dados em áudio e sinais executados por um avatar. O Giulia tem ainda funções como despertador, babá eletrônica, conferência e até emergência.

A ação faz parte de uma série de iniciativas do programa TIM Acessível, que promove o acesso de pessoas com deficiência ao mercado de trabalho e a inclusão por meio da tecnologia. A empresa investe no talento de pessoas com deficiência e na educação inclusiva. No ano passado, a operadora lançou os Emoti Sounds, figuras com áudio real que apresentam ao usuário a verdadeira emoção do ícone usado, projeto desenvolvido com colaboração do Instituto Benjamin Constant.

O aplicativo Giulia está livre para download no Google Play.

Fonte: O Estado de S. Paulo

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *