PCDs ganham cartilha com informações sobre benefícios e CNH no AM

Há aproximadamente 98 mil condutores no Amazonas habilitados na categoria especial, ou seja, com algum tipo de deficiência

Foto de um senhor com muletas, saindo de um carro, do lado do motorista
Compartilhe:

O site do Jornal A Crítica publicou uma notícia sobre a distribuição de cartilhas que informam procedimentos para habilitação de pessoas com deficiência e isenções. Abaixo, o texto na íntegra:

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) lançou cartilha com informações sobre a isenção de impostos para compra de veículos por pessoas com deficiência e sobre os procedimentos para tirar a Carteira Nacional de Habilitação Especial (CNH). Com as isenções, o valor do veículo pode ter abatimento de até 30%.

Há aproximadamente 98 mil condutores no Amazonas habilitados na categoria especial, ou seja, com algum tipo de deficiência. Na cartilha constam informações sobre o direito à compra de automóveis com benefícios para pessoas com deficiência física, visual, mental e com autismo.

Segundo o diretor-presidente do Detran-AM, Leonel Feitoza, o objetivo é informar à pessoa com deficiência sobre o direito que ela tem de comprar um veículo com benefícios e sobre os procedimentos que ela deve fazer. “Queremos informar e facilitar a vida desses usuários”, afirmou.

Aproximadamente 80 pessoas procuram o Detran-AM mensalmente para retirar a CNH especial e outras 30 pessoas por mês procuram o órgão solicitando o laudo para comprar veículo com a isenção. “Nós analisamos a procura pelo laudo por pessoas com algum tipo de deficiência muito pequena, mas isso se deve principalmente, por falta de conhecimento, é isso que queremos mudar com a divulgação massiva dessas informações, enfatizou Feitoza.

Para a vice-presidente da Associação Amigos do Autismo do Amazonas (AMA-AM), Telma Maria Viga, a iniciativa do órgão é uma oportunidade de divulgar os direitos que pessoas com necessidades especiais possuem e que muitas vezes desconhecem. “Fico feliz quando vejo órgãos do governo empenhados em divulgar os direitos que pessoas com deficiência possuem. Eu como mãe de uma criança com autismo sei das dificuldades diárias que enfrentamos. Só o fato de termos essas informações de forma fácil e prática já nos auxilia e muito”, analisou.

Incentivo fiscal pode chegar a 30%

A cartilha informa ainda sobre os impostos federais e estaduais dos quais os consumidores podem ter isenção, de acordo com o tipo de deficiência, como Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Com a isenção, o consumidor pode abater até 30% do valor do veículo.

Participaram da solenidade representantes da Associação de Deficientes Físicos do Estado do Amazonas (ADEFA), Associação de Amigos dos Autistas do Amazonas (AMA-AM), Associação de Deficientes Visuais do Estado do Amazonas (ADVAM) e Associação dos Surdos de Manaus (ASMAN).

Fonte: Jornal A Crítica

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *