Dia D da Pessoa com Deficiência promove inclusão no mercado de trabalho

A ideia é promover a inserção dessa parcela da população no mercado de trabalho com ações espalhadas em todo o País.

Em fundo azul, há um ícone que representa um currículo
Compartilhe:

O Ministério do Trabalho promove o Dia D de Inclusão de Pessoas com Deficiência no dia 29 de setembro. A ideia é promover a inserção dessa parcela da população no mercado de trabalho com ações espalhadas em todo o País.

Ao todo, existem, no Brasil, cerca de 45 milhões de pessoas que vivem com algum tipo de deficiência. Cada Superintendência do Trabalho nos estados terá uma programação especial na próxima sexta-feira (29).

Em São Paulo, por exemplo, as atividades ocorrem entre 9h e 16h. Agentes do órgão vão orientar pessoas com deficiência a disputar postos de trabalho, além de realizar a emissão de documentos, como carteira de trabalho.

Já na Bahia, as ações serão das 8h às 17h. No evento em Salvador, também serão ofertadas vagas de emprego. Cerca de 120 empresas participarão do Dia D para selecionar candidatos. Por isso, é importante levar RG, CPF, carteira de trabalho, laudo caracterizador da deficiência e currículo profissional.

Direitos para todos

Um dos mecanismos federais para reduzir a desigualdade foi a sanção do Estatuto da Pessoa com Deficiência, que assegura direitos a essa população ao impulsionar o acesso à educação e à saúde. A legislação veda, por exemplo, a cobrança de taxas extras em instituições de ensino privadas nas matrículas ou mensalidades, o que era um obstáculo ao ensino para pessoas com deficiência.

No campo do trabalho, empresas com mais de 100 empregados ficam obrigadas a contratar pelo menos um funcionário com algum tipo de deficiência.

Fonte: Portal Brasil

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *