Aniversário de São Paulo terá mais de 20 atividades acessíveis para surdos

Serão 25 horas de programação que contará com tradução em Língua Brasileira de Sinais, incluindo o show da cantora Anitta

Foto aérea do Vale do Anhangabaúm, em São Paulo
Compartilhe:

Para celebrar os 464 anos da maior cidade brasileira, a Prefeitura de São Paulo promove a Festa da Cidade, 25 horas de programação de atividades culturais gratuitas que contará com acessibilidade no dia 25 de janeiro, a partir das 11h até às 12h do dia seguinte.

Organizada pela Secretaria Municipal de Cultura (SMC) com apoio da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED), toda a programação do palco do Vale do Anhangabaú e da Biblioteca Mário de Andrade ganhará tradução para Língua Brasileira de Sinais (Libras), garantindo que pessoas com deficiência auditiva participem das comemorações.

Além das atividades do Centro da cidade, o Tendal da Lapa também garantirá acessibilidade para os surdos em sua programação, que contará com apresentações circenses, música e contações de histórias para toda família.

De acordo com o Censo 2010 do IBGE, a capital possui 516 mil pessoas que se autodeclararam com alguma deficiência auditiva, sendo 120 mil surdos ou com grande dificuldade em ouvir.

“É um direito de todas as pessoas participarem da vida ativa da cidade. Não apenas de serviços básicos, como saúde e educação, pessoas com deficiência precisam de lazer e cultura. Nada melhor que na comemoração do aniversário de São Paulo para garantir a inclusão de todos”, disse o secretário municipal da Pessoa com Deficiência, Cid Torquato.

A abertura dos shows no Vale do Anhangabaú, que acontece ao meio-dia do dia 25/01, fica por conta da cantora Paula Fernandes. A partir das 15h, Letrux, Tulipa Ruiz, Raquel Virgínia e Thiago França fazem um tributo à cantora Rita Lee.

Anitta, que lançou recentemente o hit “Vai malandra”, sobe ao palco às 23h15. A cantora, que é sucesso internacional, apresentará as músicas “Bang” e “Deixa ele sofrer”, entre outros hits.

A biblioteca Mário de Andrade será palco de apresentações musicais e atividades literárias, que contarão com interpretação em Libras. Às 11h, Cida Moreira e Roberto Camargo fazem show intimista no auditório. Na parte da tarde, às 16h, a atriz Rosi Campos conduz uma leitura encenada.

A Prefeitura de São Paulo espera mais de 2 milhões de pessoas para a festa.

Vale do Anhangabaú

25/01

11h às 7h – Festas
12h – Paula Fernandes
15h – Tributo à Rita Lee com Thiago França, Letrux, Raquel Virgínia e Tulipa Ruiz
18h – Tributo a David Bowie com André Frateschi e Banda Heroes
20h30 – BaianaSystem e Karol Conka
23h30 – Anitta

26/1

2h – Banda Uó, Jaloo e Glória Groove
4h – Gilmelândia
8h – Fanfarras
9h30 – Coral
11h30 – Orquestra Brasileira de Música Jamaicana

Centro Cultural Tendal da Lapa 

10h – Contação de histórias, cantigas e brincadeiras infantis
11h30 – De Lucca Circus Show (circo)
12h30 – Cortejo Suno (circo)
13h30 – Intervenções circenses com Circo de Ébano, TIC Cultural e ciclistas bonequeiros
14h – A Carta (circo)
14h40 – Intervenções circenses com Circo de Ébano, TIC Cultural e ciclistas bonequeiros
15h – Mjiba – A boneca guerreira (circo)
16h40 – Circo de Doisdo
17h30 – Banda Paralela
19h – Tânia Alves – show Alma Latina

Biblioteca Mário de Andrade 

11h – Cida Moreira e Roberto Camargo
14h – Marquinhos Moura canta Adoniran Barbosa
16h – Leitura Encenada: Rosi Campos

O quê: Programação Inclusiva – Aniversário de 464 anos de São Paulo
Quando: 25 e 26/1, das 10h às
Onde: Palco Vale do Anhangabaú, Biblioteca Mário de Andrade e Tendal da Lapa

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *