Amazon cria espaço exclusivo para funcionários surdos

“Estação de Entrega Silenciosa” será gerenciada inteiramente por associados com deficiência auditiva

Foto de uma pilha de caixas com adesivos da Amazon
Compartilhe:

A ação foi feita ao lado da Mirakle Couriers, que treinou os colaboradores com deficiência de uma das distribuições locais da Amazon. A partir das aulas, eles iniciaram a entrega de pacotes de ônibus ou a pé (cerca de 2-3 km), além de desenvolverem uma preparação maior com linguagem gestual. O programa foi testado na Índia e, depois de um ano e meio de sucesso, ganhou sua própria estação.

“A ideia era mudar radicalmente como as pessoas com deficiência estão empregadas atualmente em um país como a Índia”, afirma Dhruv Lakra, CEO da Mirakle Couriers. “Ao fazer parceria com a Amazon.in, nós estabelecemos um exemplo para muitos, para apoiar as pessoas de diferentes maneiras, fornecendo-lhes oportunidades relevantes e melhorando seus meios de subsistência.”

O programa de parceiros de serviços da Amazon faz parte da Amazon Logistics, que se conecta diretamente com redes de distribuição locais de outros países.

Fonte: B9

6 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *