CTI oferece cursos gratuitos para pessoas com ou sem deficiência em SP

Conteúdos abordam diversas áreas e são ministrados pelos profissionais do Centro de Tecnologia e Inovação, da SEDPCD

Em fundo azul, há um ícone que representa um currículo
Compartilhe:

O Centro de Tecnologia e Inovação (CTI) oferece vários cursos gratuitos para pessoas com ou sem deficiência no território paulista. Diversos conteúdos serão ministrados principalmente nos meses de fevereiro, março e abril.

Criado pela Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Governo do Estado de São Paulo, o CTI é o primeiro centro tecnológico para pessoas com deficiência, que desenvolve atividades por meio de uma programação de cursos presenciais e com certificado.

Alguns destaques são os eventos voltados à preparação para o mundo do trabalho, orientação e aconselhamento profissional, laboratório de imagem, técnica de atendimento e recepção ao cliente, como iniciar seu próprio negócio e manutenção de cadeira de rodas.

Inclusão

O CTI está localizado no Parque Estadual Fontes do Ipiranga, junto à Rodovia dos Imigrantes, no bairro do Jabaquara, na capital paulista. Inaugurado em 2014, o espaço proporciona aos frequentadores a participação em ações de inclusão, palestras sobre direitos e cidadania, oficinas e atividades voltadas ao protagonismo e construção de uma sociedade mais justa, digna e cidadã.

No local, também é possível visitar um showroom com exposição de equipamentos e recursos tecnológicos para pessoas com deficiência, como máquina braile, ampliadores de tela, utensílios para facilitar o dia a dia e áudio livros, entre outros.

O foco do CTI envolve os profissionais e as pessoas que lidam diretamente com o público com deficiência.

São oferecidos cursos como o de Cuidadores, por exemplo, com o objetivo capacitar, de forma teórica e prática, profissionais e pessoas ligadas de alguma forma aos cuidados de pessoas com deficiência nas atividades de vida diária, identificando necessidades e expectativas, além de incentivar a independência para garantir melhor qualidade de vida.

O quê: Cursos gratuitos oferecidos pelo Centro de Tecnologia e Inovação
Fones: (11) 5021-6773 e 5021-4420
E-mail: sau@ctipfi.spdm.org.br
Obs.: Todos os cursos são gratuitos e presenciais
www.pessoacomdeficiencia.sp.gov.br

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *