Pesquisa revela quais são os smartphones com mais acessibilidade

A Proteste publicou um relatório comparativo entre mais de 100 aparelhos para descobrir quais são os melhores modelos para os idosos

Em fundo roxo, ícone que representa um smartphone
Compartilhe:

Algumas pessoas precisam de smartphones com algumas configurações especiais, como o aumento de letras para facilitar a leitura, layouts mais simples e iluminação mais forte. Pensando nisso, a Proteste – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, publicou um relatório comparativo entre mais de 100 aparelhos para descobrir quais são os melhores modelos para os idosos e pessoas com deficiência.

Os smartphones escolhidos para a avaliação contam como modo de acessibilidade e oferecem diferentes formas de adaptação para quem precisa de necessidades especiais, e são das marcas Samsung, LG, Apple e Motorola.

Dos dispositivos avaliados, apenas os da LG e da Samsung oferecem a configuração de acessibilidade logo no início, assim que o aparelho sai da caixa. Além disso, eles ainda se destacam por contarem com divisões de necessidades, como visão e audição.

A Apple e a Motorola não se destacam tanto na pesquisa. Segundo a Proteste, além de não oferecerem a possibilidade de configuração logo no início, a Apple exige mais tempo e conhecimento prévio para o ajuste inicial, e a Motorola possui recursos e funcionalidades inferiores aos de outros modelos testados.

Modelos ideais

A Proteste recomenda, após os testes, os seguintes modelos da Samsung e LG:

Samsung Galaxy S7 (32GB)
Samsung Galaxy A5 (2017)
LG G5 SE
LG K10 Power Dual
LG Q6
Samsung Galaxy J7 Prime
De acordo com a pesquisa, esses aparelhos não só são mais acessíveis, como também contam com boas avaliações de qualidade, como ergonomia, facilidade de efetuar ligação, navegação via GPS, câmera e vídeo, entre outros.

* Com informações da Proteste

Fonte: Canal Tech

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *