Campo Limpo é palco de Feira de Emprego para Pessoas com Deficiência

3ª edição do ContrataSP, promovida pela Prefeitura de São Paulo, será focada em profissionais e estudantes com deficiência que residem na zona Sul  da capital ou em regiões de fácil acesso

Em fundo roxo, ícone que representa um crachá de uma empresa
Compartilhe:

A 3ª edição do “ContrataSP”, evento de fortalecimento das políticas de empregabilidade para pessoas com deficiência e reabilitados do INSS, será realizada no dia 23 de março.

A ação será realizada na sede da Prefeitura Regional do campo Limpo, e contará com mais de 70 empresas e serviços como emissão de carteira de trabalho e confecção de currículos, além de orientações sobre benefícios previdenciários.

O “ContrataSP” integra o Programa de Inclusão Econômica (PRIEC) para inserir públicos vulneráveis no mercado de trabalho ou no empreendedorismo. É uma parceria entre as secretarias municipais da Pessoa com Deficiência (SMPED) e de Trabalho e Empreendedorismo (SMTE) realizada para aproximar profissionais com deficiência ou reabilitados do INSS das oportunidades de emprego existentes na região onde eles moram. Assim, o deslocamento da residência até o local de trabalho se torna mais fácil e a qualidade de vida do trabalhador aumenta.

Para facilitar o cadastro dos participantes, está aberto o formulário online para a inscrição prévia as vagas.

A novidade desta edição é que estudantes com deficiência que queiram estagiar na Prefeitura de São Paulo poderão cadastrar seus currículos. Basta comparecer com documentos pessoais. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) estará presente no evento, oferecendo orientações sobre cursos formalização e linhas de crédito para microempreendedor individual.

O secretário municipal da Pessoa com Deficiência ressalta a importância do trabalho para o segmento: “Conquistar um emprego é fundamental para que todos vivam dignamente e supram necessidades, independente se a pessoa tem ou não uma deficiência”, declara Cid Torquato.

De acordo com o IBGE-2010, na cidade de São Paulo há quase 2,8 milhões de pessoas com deficiência. Dentre elas, 500 mil fazem parte da População Economicamente Ativa e apenas 39 mil (8%) estão empregadas.

As empresas que possuem a partir de 100 funcionários devem reservar de 2% a 5% de seus postos de trabalho para as pessoas com deficiência, conforme determina a Lei de Cotas (8.213/91). Já o artigo 34 da Lei Brasileira de Inclusão (LBI) assegura o direito ao trabalho às pessoas com deficiência, em ambiente acessível e inclusivo, com as mesmas oportunidades oferecidas aos demais trabalhadores.

O quê: 3ª Edição ContrataSP para Pessoas com Deficiência
Quando: 23/3, das 9h às 16h
Onde: Prefeitura Regional do Campo Limpo
Endereço: Rua Nossa Sra. do Bom Conselho, 65, Campo Limpo, São Paulo – SP
Informações: (11) 3397-1507

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *