APAE-SP apresenta produtos de Páscoa com a linha Divina Dieta

Ovos e coelhos de chocolate são indicados para vegetarianos, veganos, celíacos, pessoas com intolerância à lactose, alergia à proteína do leite e doenças metabólicas

Foto em close de uma cesta com ovos de galinha pintados com adornos nas cores de vermelho e dourado
Compartilhe:

A Divina Dieta, linha de produtos desenvolvida pela APAE DE SÃO PAULO, oferece itens para deixar mais gostosa a Páscoa de crianças e adultos com restrições alimentares. Os produtos possuem baixo teor de fenilalanina e outros aminoácidos, são isentos de glúten, leite, ovos e produtos de origem animal, e indicados para crianças e adultos com intolerância à lactose, alergia à proteína do leite de vaca, doença celíaca, vegetarianos, veganos, além de pessoas com doenças metabólicas, como por exemplo a fenilcetonúria.

Entre as deliciosas opções, há ovos preto, branco, misto e misto crocante, kit com mini ovinhos e coelhos sabor chocolate preto ou branco. A Divina Dieta ajuda a promover a alimentação inclusiva e seus produtos podem ser adquiridos na sede da APAE DE SÃO PAULO (rua Loefgren, 2109 – Vila Clementino).

Confira a lista de produtos e preços:

Ovo de Páscoa preto, branco, misto ou misto crocante (430g) – R$ 39,50
Ovinhos de Páscoa pretos ou brancos – 12 unidades (180g) – R$ 19,50
Coelho de Páscoa preto ou branco (90g) – R$ 12,00

Sobre a APAE DE SÃO PAULO

A APAE DE SÃO PAULO é uma Organização da Sociedade Civil, sem fins lucrativos, que há 56 anos, promove o diagnóstico, a prevenção e a inclusão da pessoa com Deficiência Intelectual, produzindo e difundindo conhecimento. Atua desde o nascimento ao processo de envelhecimento, propiciando o desenvolvimento de habilidades e potencialidades que favoreçam a escolaridade e o emprego apoiado, além de oferecer assessoria jurídica às famílias acerca dos direitos das pessoas com Deficiência Intelectual. Pioneiro no Teste do Pezinho no Brasil e credenciado pelo Ministério da Saúde como Serviço de Referência em Triagem Neonatal, o Laboratório APAE DE SÃO PAULO é o maior da América Latina em exames realizados. Por meio do Instituto APAE DE SÃO PAULO, a Organização gera e dissemina conhecimento científico sobre Deficiência Intelectual com pesquisas e cursos de formação.

Para colaborar, os interessados podem ligar para: (11) 5080-7000, acessar www.apaesp.org.br ou enviar e-mail para atendimento@apaesp.org.br.

Fonte: Assessoria

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *