CIEE faz acordo com Prefeitura para criar 600 vagas para jovens com deficiência

Centro de Integração Empresa-Escola realiza feira em que serão oferecidas 7 mil vagas para aprendizes e estagiários

Em fundo azul, há um ícone que representa um currículo
Compartilhe:

O CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola) fechou acordo com a Prefeitura de São Paulo para criação de 600 vagas para jovens com deficiência. A informação foi divulgada pelo superintendente geral da entidade, Humberto Casagrande, durante a abertura da 21ª. Feira do Estudante Expo CIEE, que está sendo realizada até domingo na Bienal do Parque Ibirapuera, em São Paulo.

Casagrande lembrou que está oferecendo 7 mil vagas, sendo 2 mil para aprendizes e 5 mil para estagiários.  O encontro deste ano conta com 80 expositores e mais de 100 palestras.

A Instituição atende 300 mil jovens, atualmente, mais de 200 mil estagiários e cerca de 100 mil aprendizes, em um trabalho intenso para atender à crescente demanda dos jovens e das empresas.“O CIEE tem crescido a um ritmo de dois dígitos por ano, mas ainda existe uma ‘fila’ de 3 milhões de jovens em busca de vagas”, lembrou Casagrande.

Para minimizar esse problema, ele recordou que o CIEE  passou por um processo de modernização tecnológica e, a partir de 2018, já conta com o “estado de arte” também nessa área: “Teremos um aplicativo em que o jovem poderá, por exemplo, fazer seu cadastro e interagir conosco. Em breve, também estará à disposição o novo portal e já temos 15 cursos de educação à distância”.

Dessa forma, o CIEE continua empenhado em cumprir sua missão de oferecer apoio a jovens: “Realizamos esse trabalho há 54 anos e vale lembrar sempre que o jovem não paga absolutamente nada pelos nossos serviços”, finaliza.

Fonte: Assessoria

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *