“Love, Love, Love” terá apresentações em Libras neste final de semana

Sessões inclusivas acontecem nesta sexta-feira, às 20h e domingo, às 18h, no Teatro Vivo

Em fundo roxo, ícone branco com duas mãos gesticulando e representa Libras
Compartilhe:

O espetáculo Love, Love, Love, em cartaz no Teatro Vivo, terá duas apresentações especiais, com tradução em Libras, a Língua Brasileira de Sinais. As sessões inclusivas acontecem nesta sexta-feira (7), às 20h e domingo (9) às 18h. A peça tem direção de Eric Lenate e no elenco os atores Débora Falabella, Yara de Novaes, Augusto Madeira, Mateus Monteiro e Alexandre Cioletti.

Adaptação da peça do dramaturgo britânico Mike Barlett, o espetáculo recebeu 15 indicações a prêmios, dentre eles, Prêmio Shell (melhor direção e melhor atriz – Yara de Novaes), e Prêmio APTR (Associação dos Produtores de Teatro do Rio de Janeiro), nas categorias de melhores “espetáculo”, “atriz em papel protagonista” e “direção”.

A peça se passa entre 1967 e 2014. Uma família conta a história de sua geração abordando, de maneira crítica, o contexto político e social de sua época e demonstrando como somos modificados pelo tempo em que vivemos. O espetáculo segue em cartaz no Teatro Vivo até o dia 16 de setembro.

O quê: Love, Love, Love
Quando: sexta-feira (7/9), às 20h e domingo (9/9), às 18h
Onde:
 Teatro Vivo
Endereço: Av. Dr. Chucri Zaidan, 2.460, Morumbi, São Paulo – SP
Tel.: (11) 3279-1520
Obs.: estacionamento no local. Valor: R$ 20,00
Saiba mais em www.vivo.com.br/teatrovivo

Fonte: Assessoria

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *