Teleton anuncia novo recurso para doação por app

O aplicativo PicPay agiliza o processo de doações pelo celular; as contribuições podem ser feitas até 14 de novembro

m fundo roxo, logo da AACD em tons de roxo e laranja. Ao lado, há o texto Teleton
Compartilhe:

As doações para a Campanha Teleton 2018 começaram no dia 14 de outubro. Uma das novidades da 21ª edição é a possibilidade de o público fazer sua contribuição por meio do aplicativo de pagamentos PicPay. Único app dentre os meios de doação, o PicPay surge como um canal prático e rápido para realizar a contribuição.

Após baixar o PicPay (disponível para Android e iOS) e cadastrar sua conta pessoa, basta pesquisar por @teleton, digitar o valor a ser doado e finalizar o pagamento com cartão de crédito ou saldo da carteira virtual.

“Acreditamos que qualquer doação, independente do volume, pode contribuir para um mundo melhor. Em meio a uma rotina tão corrida como a da atualidade, oferecemos uma opção simples e ágil, pelo celular, para nossos usuários contribuírem com essa boa causa”, ressalta o CEO e cofundador do PicPay, Anderson Chamon.

A expectativa é que a facilidade e a rapidez do processo via PicPay ajudem o Teleton a alcançar a meta de R$ 30 milhões arrecadados em prol da AACD. “Um dos nossos desafios é conectar e engajar o público jovem. Acreditamos que um aplicativo ligado a doações nos trará novos doadores que já usam constantemente os smartphones. A praticidade, a segurança e a agilidade dos meios digitais são características que contam a favor”, explica o superintendente de Marketing e Relações Institucionais da AACD, Edson Brito.

Neste ano, a campanha solidária terá duração de quase um mês, até 12 de novembro, e o programa televisivo vai ao ar nos dias 9 e 10 de novembro.

Outra novidade deste ano, a doação por meio da leitura de QR Code usando a câmera do celular – opção que será disponibilizada pela AACD em breve – também poderá ser realizada pelo PicPay, que é pioneiro no uso do QR Code no Brasil.

Fonte: Assessoria

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *