‘Para Praia’ promove banho de mar para pessoas com deficiência na Bahia

Projeto já atendeu mais de mil banhistas em cinco anos de atividades

Mulher jovem em cadeira de rodas anfíbia na beira do mar. Ao seu redor, há três homens dando suporte. Eles usam camisetas do projeto Para Praia.
Compartilhe:

Começa amanhã, 5 de janeiro, e segue até o dia 23 de fevereiro a sexta temporada do projeto Para Praia no litoral baiano. A ação disponibiliza cadeiras anfíbias e acessórios flutuantes para que pessoas com deficiência e mobilidade reduzida possam entrar no mar.

Neste sábado e no dia 12 de janeiro, o projeto acontecerá na praia do Farol de Itapuã. A partir das 08h professores e alunos dos cursos de fisioterapia, enfermagem e educação física da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública estarão no local para dar suporte aos banhistas. Já nos dias 19 e 20 de janeiro, o Para Praia será realizado no litoral norte.

 

Fonte: A Tarde

3 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *