Toyota anuncia finalistas de desafio que reinventa design da cadeira de rodas

Projetos foram apresentados durante a feira de tecnologia CES, em Las Vegas, e tratam do compartilhamento de cadeiras a um exoesqueleto híbrido sobre rodas

Figura com duas artes em 3D simulando o uso do novos projeto de cadeira de rodas, à esquerda, e exoesqueleto, à direita
Compartilhe:

Confira a matéria da Haus, editoria de design do portal Gazeta do Povo:

A Fundação Toyota de Mobilidade anunciou, durante a feira de tecnologia CES, em Las Vegas, os cinco finalistas de um desafio de 1 milhão de dólares (R$ 4 milhões) dedicado à reinvenção da cadeira de rodas. Entre os escolhidos estão projetos como um esquema de compartilhamento de cadeiras de rodas e um exoesqueleto híbrido sobre rodas.

Os finalistas são dos Estados Unidos, Itália, Reino Unido e Japão, e estudam seus modelos há três anos. As equipes terão mentores e um subsídio de 500 mil dólares (R$ 1,845 milhão) para a finalização dos protótipos, que serão apresentados em uma cerimônia em Tóquio, Japão, em 2020.

Desenvolvido pela italiana Italdesign, o Moby é um dispositivo elétrico com rodas que exige pouco esforço do usuário para o deslocamento e que está conectado a uma plataforma que permite seu compartilhamento com outras pessoas, com a reserva sendo feita via aplicativo. Ou seja, depois de reservar o dispositivo, o usuário iria até um hub mais próximo, embarcaria no Moby com a cadeira de rodas.

“Moby é uma ideia em que estamos trabalhando há algum tempo, criando uma equipe de projeto muito unida com usuários de cadeiras de rodas. O principal pedido deles era tornar suas viagens diárias mais fáceis e menos exigentes fisicamente. Estamos ansiosos para transformar esse conceito em realidade e trabalhar com os usuários para melhorá-lo com o tempo”, diz Serena De Mori, gerente de projetos da Moby, em nota publicada no site.

A equipe da University of Tsukuba, por sua vez, projetou a Qolo (abreviação para quality of life with locomotion), uma cadeira inteligente que dá a opção de sentar e levantar, de acordo com a necessidade e capacidade da pessoa. “O mundo é desenvolvido para pessoas que podem se levantar. Nosso desafio tecnológico é contribuir para uma nova concepção de mundo”, diz um dos integrantes da Qolo.

Outro projeto, o Phoenix Ai Ultralight Wheelchair, do Phoenix Instinct, do Reino Unido, pretende lançar um veículo estável e com um sistema que resiste ao impacto das ruas. Para isso, a cadeira se ajustaria ao centro de gravidade para se adequar ao que o usuário está fazendo, o que torna o veículo fácil de empurrar e girar e elimina vibrações que gerem dor à pessoa.

A americana Evolution Devices apresentou o The Evolwalk, um dispositivo com sensores ligados à perna do usuário que estimulam os músculos certos para caminhada. Já a Ihmc & Myolyn, também dos Estados Unidos, desenvolveu o Quix, um exoesqueleto móvel que permite mobilidade vertical.

O concurso ofereceu aos participantes uma quantia inicial de 50 mil dólares (R$ 184,5 mil) para que desenvolvessem seus conceitos. Oitenta inscrições, de 28 países, foram recebidas. O projeto vencedor será premiado com 1 milhão de dólares (R$ 3,690 milhão).

Fonte: Gazeta do Povo, com FolhaPress

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *