Prefeitura de São Paulo trabalha na acessibilidade das bibliotecas municipais

Ação é fruto de acordo entre as Secretarias Municipais da Cultura (SMC) e da Pessoa com Deficiência (SMPD)

Em fundo roxo, ícone branco que representa um livro
Compartilhe:

Com apoio da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED) e da Secretaria Municipal da Cultura (SMC), a prefeitura de São Paulo tem tornado o estado cada vez mais acessível.

Uma das frentes de atuação está em melhorar o número de acessibilidade de equipamentos públicos culturais, como é o caso das bibliotecas municipais.

Além de reformas pensando a acessibilidade arquitetônica, os espaços já começaram a receber equipamentos – como óculos capazes de escanear e ler os mais variados tipos de textos – e a adequar seus sites com recursos de acessibilidade, como a janela de tradução para Libras.

Para mais informações acesse o site de prefeitura de SP.

Fonte: Prefeitura de São Paulo.

3 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *