Prefeitura de São Paulo trabalha na acessibilidade das bibliotecas municipais

Ação é fruto de acordo entre as Secretarias Municipais da Cultura (SMC) e da Pessoa com Deficiência (SMPD)

Em fundo roxo, ícone branco que representa um livro
Compartilhe:

Com apoio da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED) e da Secretaria Municipal da Cultura (SMC), a prefeitura de São Paulo tem tornado o estado cada vez mais acessível.

Uma das frentes de atuação está em melhorar o número de acessibilidade de equipamentos públicos culturais, como é o caso das bibliotecas municipais.

Além de reformas pensando a acessibilidade arquitetônica, os espaços já começaram a receber equipamentos – como óculos capazes de escanear e ler os mais variados tipos de textos – e a adequar seus sites com recursos de acessibilidade, como a janela de tradução para Libras.

Para mais informações acesse o site de prefeitura de SP.

Fonte: Prefeitura de São Paulo.

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *