Empoderar pessoas com deficiência foi tema de palestra de Alex Duarte

Cineasta foi convidado pela Associação Pais em Movimento, para um bate-papo no auditório do Tribunal de Contas de Santa Catarina

Foto em fundo preto de Alex Duarte sentado em um banco. Ele olha na direção da câmera e sorri. Ele possui cabelos e olhos escuros, está de barba e veste roupas da cor preta.
Compartilhe:

O educador social Alex Duarte, diretor do filme Cromossomo 21 – que conta história de uma mulher com Síndrome de Down lutando pelo amor – fez, na última quinta-feira, uma palestra sobre como empoderar pessoas com deficiência.

O convite veio direto da Associação Pais em Movimento, que reúne cerca de 200 famílias de pessoas com Síndrome de Down.

A palestra teve inscrições gratuitas.

Para saber mais, acesse a notícia completa no site do NSC Total

Fonte NSC Total

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *