Exposição sobre Batman tem área para pessoas com deficiência visual e auditiva

Mostra que celebra os 80 anos do super-herói fica em cartaz até o dia 15 de dezembro no Memorial da América Latina

Foto de uma das áreas da Exposição Batman 80
Compartilhe:

O Memorial da América Latina, em São Paulo, recebe até 15 de dezembro a exposição Batman 80. Com o objetivo de tornar a mostra acessível, os organizadores criaram uma área externa com ativações específicas para pessoas com deficiência. Ela é chamada de Batsense.

“Nós criamos a área para expandir a experiência para pessoas com deficiência visual e auditiva. Estátuas que podem ser tocadas pelos visitantes, conteúdo em Braille, em Libras, audiodescrição, imagens em alto-relevo, em alto contraste. Tudo isso para que as pessoas possam aproveitar todo tipo de conteúdo”, explicou Ivan Costa, curador da exposição, em entrevista concedida ao UOL Entretenimento.

A Batman 80 está aberta de terça a sexta das 12h às 21h. Aos sábados, domingos e feriados abre às 10h. Os ingressos durante a semana custam R$ 35 inteira e R$ 17,50 meia e aos finais de semana e feriados é R$ 45 inteira e R$ 22,50 meia. Pessoas com deficiência conforme legislação vigente pagam meia-entrada.

Para mais informações, acesse o site da exposição Batman 80: https://batman80expo.com.br/

 

 

 

3 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *