Conheça 5 games educativos que podem ser jogados online por pessoas com deficiência

UFScar traz jogos com opção de acessibilidade para cegos

Arte com uma folha de caderno e o desenho de uma forca.
Compartilhe:

O Laboratório de Objetos de Aprendizagem (LOA), da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), disponibiliza jogos educativos que podem ser utilizados por pessoas com deficiência visual.

Há cinco opções de games acessíveis: A Era InclusivaEm busca do Santo GraalForca InclusivaMemória Inclusiva e Responda se Puder Inclusivo.

Ao todo, o projeto conta com 18 games que podem ser acessados online e que possuem Recursos Educacionais Abertos (REA), podendo ser customizados por professores e alunos de diferentes idades.

Matemática, português, química, música e saúde são alguns dos conteúdos que podem ser aprendidos por meio dos jogos.

O LOA  foi criado em 2012 pelos professores Joice Lee Otsuka e Delano Bede. O objetivo é integrar ensino, pesquisa e extensão em projetos relacionados a criação de jogos educacionais abertos.

Fonte: Instituto Claro

6 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *