Senado lança primeira versão acessível da Constituição na internet

Versão on-line do documento possui recursos como contraste de imagem na tela, opções de aumento ou redução de fonte, Libras e áudio

Reprodução do site Constituição Transparente. No rodapé da imagem, há uma barra com vários recursos de acessibilidade
Compartilhe:

Já está disponível a primeira versão da Carta Magna com ferramentas avançadas de acessibilidade. A Constituição Transparente, publicada pela Secretaria de Transparência do Senado (STrans), está hospedada no site do Senado na internet. 

A partir de agora, pessoas com diferentes graus de deficiência visual, auditiva e também dislexia poderão ter acesso ao texto constitucional de forma fácil, acessível e intuitiva.

“Esta é a primeira versão amplamente acessível da Constituição que existe na internet. Nossa intenção é que o usuário tenha a experiência mais satisfatória possível dentro do portal,” informou Guilherme Brandão, chefe do Serviço de Gerenciamento de Sistemas (Segs).

Segundo Guilherme, o texto constitucional adaptado está com layout mais claro e possui recursos como contraste de imagem na tela, opções de aumento ou redução da fonte. Tipos de fonte com e sem serifa e fonte especializada para disléxicos, que diferencia letras maiúsculas de minúsculas, além de conteúdo disponível em Libras e em áudio.

“Depois de estudar, percebemos que alterações mínimas de cor, contraste, tamanho e o estilo da fonte faziam toda a diferença para pessoas com algum grau de deficiência visual,” afirmou Brandão.

Para o servidor, a Constituição é o principal produto que o Congresso Nacional oferece aos cidadãos e, sendo a legislação mais importante do Brasil, precisava estar acessível. Segundo ele, essa foi uma das motivações que levaram a STrans a trabalhar no projeto piloto que deu origem à Constituição Transparente.

O gestor ressalta ainda que a STrans trabalha em outras frentes, como na atualização de conteúdo do Portal da Transparência e nos diversos sistemas internos utilizados na Casa. A intenção para os próximos anos é que os recursos de acessibilidade estejam disponíveis para as demais legislações no Senado.

Sugestões

A Constituição Transparente também está disponível no hotsite do concurso do Senado na internet e conta com uma caixa de sugestões para que os usuários contribuam com as melhorias do portal. 

De acordo com Guilherme, até agora, mais de 90% dos usuários avaliaram positivamente o documento e reforçaram a necessidade de ampliar os recursos para outros produtos.

Fonte: Agência Senado

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *