Websérie destaca cenário atual da inclusão no mercado de trabalho

Iniciativa faz parte do projeto Informações Inclusivas da ASID Brasil em parceria com a Fundação Grupo Volkswagen

Imagem de uma jovem ocupando o lado direito da tela. No canto inferior direito, há uma intérprete de Libras.
Compartilhe:

Seis vídeos acessíveis de curta duração – com legendas, Libras e audiodescrição – , produzidos pela Ação Social para Igualdade das Diferenças (ASID Brasil) em parceria com a Fundação Grupo Volkswagen, expõem o cenário atual da inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. 

A série, batizada de ‘Informações Inclusivas’, destaca as ações fundamentais para essa inclusão ter sucesso e a função das organizações sociais nos processo, como empresas que são referência atuam e ampliam seus programas, o desenvolvimento da carreira e a Lei de Cotas. 

Os vídeos estão disponíveis na página da ASID no Facebook e no canal do YouTube da Fundação Grupo Volkswagen.

Fonte: Vencer Limites

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *