IV Seminário sobre Práticas Pedagógicas Inclusivas será aberto ao público

Evento gratuito sobre educação inclusiva acontece de 8 a 10 de dezembro

Foto de um grupo diverso de pessoas no auditório do Memorial da Inclusão.
Compartilhe:

A quarta edição do Seminário “Compartilhando Práticas Pedagógicas Inclusivas” será gratuita, online e aberta ao público. O evento será virtual, com atividades entre os dias 8 e 10 de dezembro, das 14h às 17h30.

O seminário traz discussões sobre o direito à educação inclusiva e a importância do brincar para todos e é realizado no âmbito do Projeto Brincar, uma iniciativa da Fundação Grupo Volkswagen em parceria com a ONG Mais Diferenças e a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo. Como antes era presencial, o evento era aberto apenas a profissionais da rede municipal de educação de São Paulo.

Neste ano, para acompanhar as mesas os interessados devem se inscrever em congresse.me/eventos/seminarioprojetobrincar2020.

Confira a programação:

  • 8/11: Livro e leitura para todos
  • 9/11: Laboratório de linguagens artísticas e práticas pedagógicas inclusivas
  • 10/11: O direito ao brincar

Em 2019, cerca de 230 educadores se reuniram no Memorial da Inclusão para uma programação que contou com palestras, debates e compartilhamento  de experiências, estudos e práticas acessíveis e inclusivas no âmbito do Projeto. Houve ainda uma programação cultural, que contou com mediação de leitura acessível e inclusiva e performance do Slam do Corpo.

Com informações de assessoria de imprensa.

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *