Sensaura, a solução inclusiva para navegar no mundo além da visão

Criado pela designer inglesa Sophie Horrocks, o dispositivo foi desenhado para orientar o deslocamento de pessoas com deficiência visual

Foto em branco e preto da Sophie Harrocks de olhos fechados, com detalhes dourados do Sensaura na sua orelha esquerda e pescoço.
Compartilhe:

Como podemos navegar pelo mundo sem visão?

Sensaura é uma solução de design inclusiva para pessoas com deficiência visual poderem navegar pelo mundo além da visão. O aplicativo usa uma linguagem de áudio espacial por meio da tecnologia wearable para permitir viagens independentes de espaços internos e externos, com o potencial de transformar a navegação sem o uso das mãos para milhões de pessoas em todo o mundo, além dos usuários cegos e com baixa visão.

O gadget ganhou reconhecimento de notáveis ​​líderes da indústria, incluindo Jony Ive, Chanceler do Royal College of Art, que foi Diretor de Design da Apple, Gerry McGovern, diretor de criação da Land Rove e Yves Béhar, fundador e CEO da fuseproject.

O que motivou Sophie Horrocks a criar o Sensaura?

“Como podemos navegar pelo mundo sem visão? Atualmente, no Reino Unido, quase 2 milhões de pessoas vivem com algum grau de perda de visão. Esse número deve dobrar até 2050. Um usuário afirmou que eles foram “desativados apenas pelo design de nosso ambiente”. Podemos não ser capazes de redesenhar todo o ambiente, mas, mais facilmente, podemos projetar nossa percepção do ambiente”, diz a designer.

As tecnologias assistivas atuais para navegação têm se concentrado no desenvolvimento de inteligências para detectar e processar informações visuais dos ambientes. O Sensaura tem uma abordagem que promete começar com o objetivo ideal de como seria um futuro totalmente inclusivo e acessível, trabalhando a partir daí e colocando o usuário humano no centro de seu processo para garantir uma solução desejável e sustentável.

O processo de criação começou com uma pesquisa global com usuários cegos e de baixa visão em Tóquio, Nova York e Londres, e identificou o problema global enfrentado por essas pessoas de como navegar não apenas de forma independente, mas intuitiva. O envolvimento de usuários com deficiências visuais em todo o processo de design validou a relevância do projeto.

Para mais informações sobre o Sensaura e para conferir o vídeo sobre o aplicativo, acesse o site (em inglês): https://www.sophiehorrocks.com/sensaura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *