SP realiza Curso de Libras para mais de 4 mil profissionais da rede de ensino estadual e municipal

O curso teve o objetivo de capacitar professores para incluir alunos com deficiência auditiva na sala de aula

Foto de uma mulher sentada em frente a um tablet. Ela está com fones de ouvido e com as mãos levantadas.
Compartilhe:

O Governo de São Paulo, por meio da parceria entre as Secretarias de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Educação, realizou o Curso EaD (ensino a distância) de Língua Brasileira de Sinais para mais de 4 mil profissionais da rede de ensino estadual e municipal.

O curso, que aconteceu por meio da Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos Profissionais da Educação (EFAPE), visou ampliar as possibilidades de comunicação e interação entre professores e alunos com deficiência auditiva, além de capacitar esses profissionais diminuindo as barreiras comunicacionais.

O professor Roberto Canossa, 54 anos, leciona matemática para alunos do ensino médio e concluiu a certificação do curso. Para ele, as aulas foram muito importantes para seu crescimento profissional e inclusão, “foi além das expectativas, o professor conseguiu nos fazer pensar em Libras. Além disso, adentramos a cultura dos surdos e isso foi enriquecedor e muito importante para a compreensão da língua”, declarou.

Canossa também destaca a importância de se comunicar com alunos com deficiência auditiva e como isso se torna um ponto essencial para transmitir conhecimentos. “Ter professores com o mínimo grau de Libras já faz com que o aluno surdo se sinta pertencente à unidade escolar. A meta dos professores é atingir todos os alunos com os conteúdos, então o curso passa a ser um suporte para isso”, disse.

Ele também relatou que a partir do curso tem buscado mais informações sobre a inclusão escolar de alunos com deficiência auditiva, “comecei a fazer estudos sobre como ensinar matemática para alunos surdos, estou me envolvendo muito com o tema. O curso me fez procurar métodos diferenciados e mais informações”, concluiu.

De acordo com a Base de Dados da Pessoa com Deficiência, no Estado de São Paulo existem mais de 3 milhões de pessoas com deficiência. Desses, 14,49% são pessoas com deficiência auditiva.

Com informações de assessoria de imprensa.