Instituto Olga Kos promove palestras sobre cidadania e tecnologia para pessoas com deficiência

Eventos gratuitos e 100% on-line fazem parte do programa Expansão e Movimento, ciclo de capacitação que será realizado até março

Foto em close de um par de mãos segurando um tablet.
Compartilhe:

O Instituto Olga Kos promove durante o mês de janeiro uma série de eventos totalmente gratuitos e on-line com foco na pessoa com deficiência. Iniciado em outubro de 2020, o programa de capacitação Expansão e Movimento seguirá até março deste ano. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas em https://bit.ly/1-form-exp.

A agenda reserva um plantão de dúvidas com os pesquisadores do Instituto Olga Kos (19/01), além de palestras sobre “Recursos digitais para pessoas com deficiência” (26/01) e “Construção da Cidadania” (28/01). Os encontros são sempre na plataforma Zoom Meetings, com início às 19h (de Brasília).

A palestra sobre “Recursos digitais para pessoas com deficiência” será ministrada pela professora Malu Brandão. No caso de “Construção da Cidadania”, a condução será da advogada Cristiane Zamari. Todos os participantes têm direito a certificado de presença nos eventos.

“Vivemos um contexto muito específico, com desafios que são muito diferentes do que nós conhecíamos antes da pandemia. Mudamos nossa relação com a tecnologia e com o outro durante os últimos meses, e isso também acabou ressignificando as necessidades da pessoa com deficiência. Nossa proposta é provocar discussões sobre essa nova realidade que se impõe a todos e como ela pode ser mais inclusiva”, disse Natália Monaco, coordenadora do Departamento de Pesquisas do Instituto Olga Kos, área responsável pela realização do programa Expansão e Movimento.

Lançado em 29 de outubro, o programa Expansão e Movimento já teve 13 eventos e abarcou temas como dança, fisioterapia aquática, neurociência esportiva, artes marciais, sexualidade e indicadores sociais, sempre no contexto da pessoa com deficiência. Confira as palestras já realizadas em https://bit.ly/Expansao-Movimento.

Serviço

Programa Expansão e Movimento
Capacitação 100% online e gratuita

Data: 19/01
Horário: 19h
Plantão de dúvidas com pesquisadores do Instituto Olga Kos

Data: 26/01
Horário: 19h
Palestra “Recursos digitais para pessoas com deficiência” com a professora Malu Brandão

Data: 28/01
Horário: 19h
Palestra “Construção da Cidadania” com a advogada Cristiane Zamari

Com informações de assessoria de imprensa.

11 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

  3. em algumas companhias de avião (Latam, Gol…) só é permitido o voo gratuito do def.fisico em caso de tratamento médico comprovado, para isso deve preencher cadastro valido por um ano, no caso do acompanhante terá 50% de desconto na viagem. melhores informações no Youtube “Pessoas com deficiência terão passe livre em aviões” ou similares. boa sorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *