SP abre inscrições para cursos gratuitos de inclusão digital para pessoas com deficiência

Iniciativa oferece cursos de ensino à distância com foco em alfabetização digital, digitação, redes sociais e tecnologia assistiva

Foto de uma mulher cega sentada. Em sua mão está um smartphone.
Compartilhe:

A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência abre inscrições para cursos de inclusão digital para pessoas com deficiência. Gratuitos e em formato de ensino à distância (EaD), os cursos visam desmistificar o sentimento de medo e insegurança em acessar recursos tecnológicos.  As inscrições devem ser realizadas pelo link https://bit.ly/CursosInclusaoDigital.

Dentro do módulo de inclusão digital, os interessados podem se matricular nos cursos de: Alfabetização Digital, Digitação, Redes Sociais e Tecnologia Assistiva voltada para pessoas com deficiência visual.

A ação é realizada em parceria com o Centro de Tecnologia e Inovação e com o Serviço de Reabilitação Lucy Montoro – Jardim Humaitá, equipamentos da Secretaria.

“Os cursos de inclusão digital tem como objetivo proporcionar maior inclusão e acessibilidade digital e tecnológica das pessoas com deficiência, principalmente neste período de pandemia”, ressaltou a Secretária Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Célia Leão.

Serviço

Inscrições abertas para cursos gratuito de inclusão digital
Cursos: Alfabetização Digital, Digitação, Redes Sociais e Tecnologia Assistiva voltada para pessoas com deficiência visual
Modalidade: Ensino à distância
Inscrições gratuitas: https://bit.ly/CursosInclusaoDigital
Dúvidas e informações: Segunda a sexta-feira, das 8h às 17h – e-mail faleconosco@cti.org.br ou por meio do aplicativo WhatsApp (11) 99841-6685 / 99690-3359

Com informações de assessoria de imprensa

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *