Festival “Excluso, Eu?” escancara preconceito e falta de protagonismo das pessoas com deficiência

Evento on-line produzido e protagonizado por profissionais com deficiência ocorre entre os dias 25 e 28 de fevereiro

Arte com o texto " Festival Excluso, eu? com audiodescrição e intérprete de Libras. 25 a 28 de fevereiro. Inscreva-se em nosso canal do YouTube @acasadaslagartixas"
Compartilhe:

A discussão entre “exclusão” e “inclusão” não sai da vida da maioria das pessoas com deficiência, não importa a idade, nem a formação acadêmica. Por isso, um grupo de profissionais com e sem deficiência realizarão, de 25 a 28 de fevereiro, o Festival “Excluso, Eu?” com transmissão gratuita pelo YouTube.

Com o apoio da companhia teatral Casa das Lagartixas, de São José dos Campos (SP), serão quatro noites de apresentações e debates que colocarão na mesa a participação e o profissionalismo das pessoas com deficiência. Além dos artistas, a maioria dos profissionais que estão nos bastidores possui alguma deficiência. Estão presentes na direção-geral, nas artes gráficas, na assessoria de comunicação e em outras funções.

Uma das inspirações para produzir o Festival “Excluso, Eu?” é a necessidade que o grupo tem de explorar seu próprio potencial profissional. De acordo com o último Censo, realizado em 2010 pelo IBGE, o Brasil tem uma população de aproximadamente 25% que se declaram com algum tipo de deficiência.

Para a idealizadora do festival, Ariadne Antico, a Palhaça Birita, é preciso cada vez mais se discutir políticas públicas efetivas para as pessoas com deficiência. “Não adianta se debater ações para esse público sem a verdadeira participação delas”, afirma.

Espetáculos e curta desmistificam questões sobre deficiências de forma natural

Os espetáculos que fazem parte do Festival “Excluso, Eu?” foram selecionados por, em sua maioria, evidenciar os questionamentos e atitudes em relação aos mais diversos tipos de deficiências.

Um exemplo é o curta-metragem ProfanAção, da Companhia Estela Laponni, da cidade de São Paulo. Ele é protagonizado por cinco artistas com deficiência que se deparam com diversas perguntas enviadas pelo público que revelam a curiosidade em torno de seus corpos.

Já a Companhia Trupe Sentidos, de São José dos Campos, traz o espetáculo Baú de Histórias, uma peça lúdica que desperta no público as necessidades de quebrar as barreiras da comunicação e que as realidades podem mudar.

Ainda na programação artística do festival estão dois monólogos. A atriz cearense Jéssica Teixeira protagoniza a peça Pudesse ser apenas um enigma, onde ela faz uma desmontagem de seu primeiro solo, “E.L.A”, que surge de uma pesquisa de Jéssica a partir do próprio corpo da atriz, produtora e diretora.

O festival contará também com o monólogo Procura-se, que terá quatro episódios. Interpretada pela palhaça Birita (Ariadne Antico), ela quer encontrar um emprego para pagar as suas contas e atingir suas metas. Mas será que ela está preparada para lidar com as frustrações do mercado de trabalho?

Debates Café e Prosa aprofundam protagonismo das pessoas com deficiência na sociedade

Além dos espetáculos e do curta, o Festival “Excluso, Eu?” coloca em dois debates virtuais os desafios e caminhos para se tornar realidade a participação efetiva das pessoas com deficiência no Brasil.

O Café com Prosa, que será transmitido ao vivo pelo canal de A Casa das Lagartixas Teatro Clube, discutirá sem censura, a ocupação de territórios pelas pessoas com deficiência na sociedade. Outro tema que estará em debate será as políticas e formas de economia das pessoas com deficiência.

“É fundamental entendermos e discutirmos nosso lugar na sociedade. Muitas vezes, negligenciamos isso e acabamos delegando um trabalho/espaço que é nosso por direito, a outras pessoas”, comenta Ariadne Antico.

Acessibilidade em primeiro lugar
Todos os eventos e materiais de divulgação contarão com recursos de acessibilidade de comunicação como audiodescrição e intérprete de Libras.

Serviço
Festival “Excluso, Eu?”
Data: De 25 a 28 de fevereiro de 2021
Exibição Gratuita no Canal da Cia. Casa das Lagartixas

Programação
Dia 25 – Quinta-feira
19h – Birita Procura-se (Ep. 1)

Dia 26 – Sexta-feira
19h – Birita Procura-se (Ep. 2)
22h – ProfanAção

Dia 27 – Sábado
17h –Café com Prosa: O Protagonismo DEF, explodindo territórios
19h – Birita Procura-se (Ep. 3)
22h – Pudesse ser apenas um enigma

Dia 28 – Domingo
15h – Baú de Histórias
17h – Café com Prosa: Políticas e economias DEF
19h – Birita Procura-se (Ep. 4)

* Todos os espetáculos ficarão disponíveis por 24h no canal da Cia Casa das Lagartixas no YouTube.

O Festival Excluso, Eu? é realizado e produzido pela Cia. Casa das Lagartixas Teatro Clube, por meio da Lei Federal Aldir Blanc 14.017/2020 de 29 de junho de 2020, Fundação Cultural Cassiano Ricardo, Prefeitura de São José dos Campos, Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal, com apoio da Ska Web Results e da Luis Daniel Assessoria de Imprensa.

Com informações de assessoria de imprensa.

9 respostas para “O que aprendi ao falar no TEDx Talks”

  1. Bom dia. Sou pessoa que gagueja e a vida toda sofri com essa dificuldade. Não consigo me expressar a maneira que gostaria. A gagueira me causa sofrimento, tenho 36 anos e sempre gaguejei. No trabalho isso me causa desconforto, porque as pessoas não entendem o que é a gagueira, alguns riem, outros fazem piadas, outros tem pena de mim. Em entrevistas de emprego sou excluída.
    Não sou uma pessoa considerada ” normal”, mas também não sou considerada deficiente. Esse projeto de lei me trouxe esperança. Muito obrigada pela postagem.

  2. Vcs que tem alguma diferença física dos outros, nuncam se sintam inferiores, somos todos iguais. Deus, Ele nos fez perfeitos com muito amor e todos somos capazes, nunca deixe se elevar pelo sentimento ruim de alguém que não sabe se expressar, qualquer ser humano pode superar suas dificuldades, se orgulhe de vcs, são capazes de fazer sempre o melhor, e use a seu favor: a paciência, benovolência e a calma e toda a sabedoria que vcs tem. Um grande abraço meus irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *