Projeto #Casalibras anuncia ganhadores de campeonato em Libras

Anúncio do vídeo vencedor será feito em live aberta ao público no dia 29 de outubro

Arte de divulgação da live do programa #CasaLibras
Compartilhe:

No dia 29 de outubro, a UFSCar realiza, das 14h às 16h30, pelo canal do programa de pesquisa e extensão #CasaLibras no YouTube, um bate-papo com escolas municipais bilíngues cujos estudantes participaram do concurso literário em Língua Brasileira de Sinais, que propôs a releitura, em vídeo, da canção infantil “Expressões e sentimentos em Libras”. Na live, será feito o anúncio dos ganhadores.

A atividade faz parte das ações do “#CasaLibras: Programa educativo de atenção bilíngue (Libras/Língua Portuguesa) virtual a crianças surdas”, do Departamento de Psicologia (DPsi) da UFSCar, no “Setembro Azul”, um momento de comemorar as lutas e relembrar a história e vivências surdas, e também celebra o Mês da Criança. Nesse contexto, o programa convidou crianças surdas ou ouvintes para participarem de um campeonato virtual de literatura em Libras. A proposta foi que elas produzissem um vídeo recontando a música “As expressões faciais dos sentimentos”, produzida em Libras por Wilson Santos, surdo, formado em Letras/Libras pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e que conta várias poesias e histórias em língua de sinais.

Rafael Miguel, docente bilíngue de surdos na EPG Crispiniano Soares, uma escola regular com classe bilíngue de surdos em Guarulhos, SP, comentou: “Você não faz ideia o quanto foi legal fazer esse trabalho com os alunos, e olha que eu acompanho o trabalho do Wilson, mas eu não tinha visto a sinalização dessa canção dele”.

Participaram da brincadeira crianças surdas e ouvintes, com fluência em Libras, com até 12 anos, de todo o Brasil. “Como tivemos muitos vídeos, selecionamos os nove melhores e separamos os vencedores em categorias diferentes. Estamos fechando as apurações. Mas no dia 29/10 teremos a participação de dois professores de escolas públicas contando como foi produzir a atividade com seus alunos surdos na escola”, explica a docente do DPsi da UFSCar, Vanessa Regina de Oliveira Martins, coordenadora do programa #CasaLibras e do curso de graduação em Tradução e Interpretação em Libras/Língua Portuguesa (TILSP) da UFSCar.

O projeto #CasaLibras nasceu na pandemia como forma de produção de entretenimento e conteúdo didático em apoio às crianças surdas, suas famílias e às escolas no isolamento social.

Com informações de assessoria de imprensa. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *