Solange Aparecida da Silva Souza

Compartilhe:
Solange Aparecida da Silva Souza

Meu nome é Solange, tenho 46 anos, sou divorciada, tenho 2 filhas: Uma tem 24 anos e a outra tem 19. Em 1993, quando eu tinha 26 anos, sofri um acidente de carro e fiquei paraplégica. O carro em que eu estava caiu em um barranco de uns 30 a 35 metros.

Quebrei quase todos os ossos do meu corpo, só na face foram 8 fraturas, fraturei T11 e T12 com compressão de medula. Na época do acidente, estava grávida de 3 meses da minha filha mais nova. Os médicos queriam que eu a tirasse, mas eu finquei o pé e não deixei, graças a Deus, porque teria me arrependido muito.

Sou de Manaus (AM) e tive que fazer minhas cirurgias no Rio de Janeiro, porque aqui não tinha o aparelho que tenho na coluna, e também a cirurgia reparadora na face, porque tive dois afundamentos cranianos. Fiquei o resto da gestação deitada, só podendo levantar 15 minutos por dia. Meu bebê teve envelhecimento precoce e várias complicações, mas graças a Deus, aguentou firme até os 8 meses.

Depois que ela nasceu, fui cuidar de fazer fisioterapia. Quando eu tava com quase quatro anos de deficiência, meu esposo foi embora, e minha vida mudou totalmente. Fui trabalhar fora, para sustentar a casa e criar minhas filhas que, na época, estavam com 8 e 4 anos. O que me ajudou nesse tempo todo é que sou espírita e vejo a vida de uma forma diferente de algumas pessoas, e sempre trabalhei na ajuda do próximo, praticando a caridade.

Hoje em dia, coordeno um grupo de amigos, com o nome de "Mãos Amigas", e fazemos um trabalho muito bonito com as pessoas mais carentes. Nunca tive pena de mim mesma ou qualquer tipo de revolta e tento viver a vida da melhor maneira possível, quase nunca estou triste. Acho que viver bem e em paz é o que importa.

Resumi minha história porque não é muito interessante como muitas que eu li aqui, mas é a minha história e me orgulho dela. Paz e luz a todos.