Preconceito atinge 3 em cada 4 pessoas com deficiência

Foto de uma pessoa cadeirante tendo dificuldades ao subir as escadas de um ônibus.


Notice: Undefined variable: t in /home/storage/0/88/dd/espiraldigital/public_html/vidamaislivre/wp-content/themes/vidamaislivre/layouts/entry-share.php on line 47

Notice: Undefined variable: u in /home/storage/0/88/dd/espiraldigital/public_html/vidamaislivre/wp-content/themes/vidamaislivre/layouts/entry-share.php on line 47
Compartilhe:

Pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva, e com o apoio da Uber, mostra que 77% das pessoas com deficiência já passaram por, ao menos, uma situação de preconceito durante seus deslocamentos pela cidade em que habitam. 86% das pessoas entrevistadas também afirmaram ter algum medo relacionado à segurança, como furtos ou assaltos, agressões físicas, ou até mesmo sofrer um acidente de trânsito.

O estudo traça um panorama sobre o perfil de deslocamento dessa população. Entre as pessoas entrevistadas que utilizam transporte público, 45% afirmaram ter algum tipo de restrição na região onde moram. Já 79%, número que representa cerca de 13 milhões de pessoas, disseram que já se atrasaram ou, até mesmo, perderam algum compromisso por conta da falta de acessibilidade nos trajetos que fazem.

Ir a pé ou se deslocar com cadeira de rodas (50%) e carro particular (47%) são as formas de deslocamento mais populares entre a população com deficiência. 43% também utilizam transporte por aplicativo, 34% ônibus ou van municipal e 14% metrô.

Quando o assunto é deficiência visual, as opções mais populares de deslocamento são caminhadas e aplicativos de mobilidade, segundo 54% de respondentes. Ainda, 67% se deslocam por razões relacionadas a atendimentos de saúde para si, 36% para visitas a familiares e grupos de amizades e 34% para tratar de questões pessoais.

Para Renato Meirelles, presidente do Instituto Locomotiva, a pesquisa revela inúmeros desafios enfrentados pelas pessoas com deficiência em seus deslocamentos pelas cidades, onde a maioria delas concordam que faltam opções de transporte seguro e confortável, evidenciando a falta de acessibilidade e a discriminação enfrentadas por essa parcela da população.

“A escassez de informação é ressaltada pelas pessoas entrevistadas como uma das principais causas para o preconceito, que acarreta uma série de restrições em seus deslocamentos pelas cidades. Para combater a discriminação e promover uma sociedade mais diversa, é necessário educar a população para a inclusão de pessoas com deficiência. Empresas e governos precisam trabalhar juntos para implementar soluções efetivas e sustentáveis que garantam o direito de ir e vir, assegurando às pessoas com deficiência mais oportunidades de mobilidade pelas cidades”, afirmou Meirelles, em nota.

Fonte: Agência Brasil


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/storage/0/88/dd/espiraldigital/public_html/vidamaislivre/wp-content/themes/vidamaislivre/layouts/entry-author.php on line 8

Deprecated: O arquivo Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /home/storage/0/88/dd/espiraldigital/public_html/vidamaislivre/wp-includes/functions.php on line 6078

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *